3 maneiras de manter a mente saudável estando em casa

A humanidade está passando por um momento único na história, exigindo cuidados especiais no sentido de preservar tanto a economia quanto a saúde mental e física das pessoas.

A pandemia de coronavírus está fazendo com que o mundo todo adote medidas urgentes para conter o avanço de um inimigo microscópico, mas que não pode ser subestimado.

Este momento de isolamento gera diversos impactos na sociedade e um deles é na saúde mental das pessoas. A ansiedade também é um fator a ser considerado.

O fato é que o Brasil, infelizmente, já carregava o título de país mais ansioso do mundo e um dos mais estressados da América Latina, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A perspectiva é que esse novo contexto possa agravar esse problema. Entretanto, unindo esforços e adotando práticas saudáveis, é perfeitamente possível cuidar da saúde mental em época de isolamento social.

Lembrando que o isolamento social é físico, mas não digital e também não entre a família que mora sob o mesmo teto. Ou seja, há muitos caminhos para limpar a mente e enxergar a luz em meio a tanta neblina!

Confira, a seguir, 3 orientações práticas para diminuir a ansiedade e cuidar da saúde mental estando em casa!

1 — Evite o excesso de informações

Neste momento único, a informação de qualidade, oriunda de fonte oficial e embasada cientificamente, é fundamental para evitar histerias e reações alarmantes. Principalmente em época de fake news.

Todavia, o importante é saber filtrar, tanto a qualidade da informação quanto a quantidade para evitar ansiedade e angustia pelo excesso de informação do coronavírus.

Para isso, procure estabelecer períodos do dia para consumir notícias, a fim de estar atualizado sobre o que acontece no mundo, no país e na sua cidade.

Se assistir o telejornal matinal te deixa com ansiedade ao longo do resto do dia, prefira começar o dia sem vê-lo. O mesmo pode acontecer com consumir notícias antes de ir dormir. Quem sabe na hora do almoço seja melhor?

2 — Crie uma rotina

A rotina tem um impacto positivo no cérebro humano. Primeiro, ela ajuda a dar previsibilidade. Ou seja, ao saber o que vai acontecer em seguida à tendência e não se estressar.

Quando a mente não sabe exatamente o que vai acontecer, cria-se a ansiedade exagerada. Que horas vou me alimentar? Que horas vou trabalhar? Que horas vou dormir?

Para evitar entrar nesse ciclo, estabeleça uma rotina das suas atividades. Já que trabalhando ou estudando em casa não há o tempo de deslocamento, aproveite para dormir mais.

Procure acordar, trabalhar, fazer exercícios, almoçar, voltar ao trabalho, estudar, jantar, ir dormir… sempre no mesmo ciclo de horário.

Nos primeiros dias isso pode ser mais difícil, e esta tudo bem se você não conseguir seguir 100%, mas seja persistente porque ao longo dos dias vai ficando mais fácil, pode acreditar.

3 — Faça uma pausa

Uma dica é se desligar um pouco dos smartphones e redes sociais e ter um tempo para você e sua família. Orar, cantar, ler, meditar, praticar yoga ou alongamento… faça uma pausa para o que você gosta.

Que tal reunir a família e retirar os jogos de tabuleiros do armário? Não tem jogo de tabuleiro em casa? Uma folha de papel e caneta é o suficiente para a clássica partida de “stop”.

Ler livros, maratonar séries clássicas, assistir filmes mais leves e, porque não, um desenho mais “infantil”? Além de se desconectar um pouco das informações em excesso, é ótimo para passar um tempo de qualidade com a família.

Além disso, aproveite para retomar ou criar um hobbie, como escrever, cozinhar, pintar, bordar, etc. Isso é ótimo para aliviar a mente, reduzir o estresse, aliviar a ansiedade e melhora a saúde mental.