Importância do acompanhamento de um profissional para sua saúde mental

Female psychologist making notes during psychological therapy session

Imagine a seguinte situação: você está navegando em alto mar. De repente, o tempo se fecha e você não consegue mais ver para onde está indo. Você fica com medo do que pode acontecer, com raiva da situação que está vivendo. Em determinado momento, você se descontrola. A chuva já nem está tão forte, mas isso não importa mais, porque a verdadeira tempestade agora ocorre na sua mente — e ela também impede que você faça a sua jornada de forma adequada.

Usando esse exemplo, fica claro a importância de cuidarmos de nossa saúde mental com o auxílio de um profissional da psicologia e psiquiatria. Acontece que nem sempre os problemas que nos afligem aparecem na forma de uma tempestade em alto mar. Eles podem ser mais sutis.

Para ajudá-lo a refletir sobre isso, publicamos este artigo. Vamos lá?

Por que existe um tabu sobre saúde mental e psicologia?

A saúde de um modo geral sempre sofre com tabus e preconceitos, muitos deles herdados do passado. Em relação à saúde mental, a sociedade via as pessoas que apresentavam algum distúrbio como problemáticas e impróprias para viverem em junto com os demais.

Para você ter uma ideia, a Depressão, uma das doenças mentais mais comuns que existe, já foi considerada pecado. Isso significava que os indivíduos depressivos não recebiam tratamento. Em vez disso, eram obrigados a lidar com a culpa por estarem “pecando”.

Isso fazia com que essas pessoas preferissem se calar do que falar sobre o que as incomodava. O mesmo valia para outras doenças. Algumas delas, aliás, só foram entendidas nas últimas décadas.

Toda essa carga histórica faz com que algumas pessoas ainda se sintam inseguras em buscar ajuda — mas esse comportamento já está mudando.

Quais os benefícios da psicologia em nossa vida?

O acompanhamento psicológico traz muitos benefícios ao paciente. O primeiro deles é compreender as próprias emoções. Existem momentos em que uma reação muito emotiva a uma situação é um pedido de ajuda, nem sempre compreendido por amigos e familiares.

Os profissionais da psicologia e psiquiatria conseguem fazer com que o paciente analise essas informações e compreenda o que de fato está o incomodando. Essa percepção é capaz de lhe devolver a autoconfiança, ajudá-lo a superar traumas, melhorar a sua relação com os outros, combater os sintomas graves de doenças como Depressão, Ansiedade, Bipolaridade etc.

Além disso, o paciente tem um espaço para poder falar dos assuntos que sempre o incomodaram, já que tudo o que é dito em uma sessão de terapia não é divulgado para ninguém. Trata-se de um ambiente seguro para desabafar.

As pessoas estão indo mais ao psicólogo?

Nos últimos anos, as pessoas têm buscado mais a ajuda desses profissionais para lidar com problemas emocionais. Como demonstrado no exemplo do começo deste artigo, quando enfrentamos um desafio, é comum ficar um pouco desorientado, precisando de ajuda.

Em 2016, em pleno auge da crise econômica, iniciada anos antes, as universidades notaram um aumento de 20% na procura de tratamentos psicológicos por pessoas que estavam desempregadas ou empresários que enfrentavam desafios em suas empresas.

Em 2020, a pandemia de COVID-19 tem se apresentado como um fator de risco para a saúde mental. Uma reportagem do jornal Estado de Minas mostra que a ideia de “um novo normal” causa desconforto psíquico às pessoas.

Ao mesmo tempo, o trauma de ter a rotina interrompida e ver pessoas queridas sofrerem com a doença — em alguns casos, você mesmo — também pode gerar danos à mente humana.

Tudo isso tem feito com que mais brasileiros busquem ajuda de profissionais capacitados. Essa é uma forma de passar por esse momento da maneira mais saudável possível.

Por outro lado, ainda que você não esteja vivenciando um problema grave em sua vida, ou lidando com sintomas de doenças mentais, buscar um profissional de psicologia é recomendado.

Da mesma forma como as pessoas buscam se alimentar de forma regrada e praticar exercícios para evitarem problemas de saúde, como o Diabetes, ir ao psicólogo antes de vivenciar crises emocionais também é recomendado. A prevenção também é bem-vinda quando o assunto é a saúde mental.

Aliás, a grande maioria dos brasileiros se beneficiaria de uma visita ao psicólogo. De acordo com um levantamento realizado por uma plataforma on-line voltada à saúde mental, 86% dos brasileiros sofrem com algum transtorno mental.

No exemplo do início deste artigo, a melhor maneira de enfrentar a tempestade seria reconhecer o medo e a raiva, entender que eles são naturais e compreensíveis diante de uma situação que foge do controle. Contudo, entender nossas emoções não é algo automático e exige que dêmos o primeiro passo em busca de autoconhecimento.


Como vimos, a saúde mental não deve ser encarada como um tabu, pois isso dificulta o tratamento de doenças que, infelizmente, estão crescendo em nossa sociedade. Ao mesmo tempo, é importante que cada um de nós reflita sobre os preconceitos relacionados à psicologia para que possamos abandoná-los.