Dezembro Vermelho e a luta contra o HIV

Desde 2017, o mês de dezembro ganhou um apelo especial no sentido de conscientização sobre prevenção ao vírus HIV, a AIDS e as demais Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Isso devido a criação da Lei 13.504 que instaurou o Dezembro Vermelho, aproveitando o mote do Dia Mundial contra a Aids, celebrado mundialmente no dia 1º de dezembro.

O Dezembro Vermelho é uma campanha com foco preventivo e também de disseminação de informações e quebras de tabus sobre essa temática. Visando, principalmente, proteção e promoção dos direitos humanos dos pacientes que lutam contra essa doença. Portanto, diversas campanhas da iniciativa pública e privada são realizadas durante o último mês do ano.

O que é HIV

HIV é uma sigla em inglês usada para se referenciar ao Vírus da Imunodeficiência Humana, causador da doença Aids. Essa patologia é caracterizada pelo ataque do vírus ao sistema imunológico do paciente, deixando-o sem defesas para combater outras doenças.

Normalmente, as células mais atingidas pelo vírus HIV são os linfócitos T CD4+. Alterando o DNA dessa célula o vírus faz cópias de si e passa a romper os linfócitos do corpo para continuar a infecção.

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde, do Ministério da Saúde e do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), um brasileiro é infectado com o HIV a cada 15 minutos.

Entretanto, possuir o vírus HIV não é o mesmo que ter AIDS. Existem portadores que não manifestam os sintomas, mas transmitem para outros. Dessa forma, todas as pessoas precisam se proteger da transmissão e sempre fazer o teste de detecção quando passar por situações de risco.

Formas de transmissão do HIV

  • Sexo vaginal, anal e/ou oral sem camisinha;
  • Compartilhar seringas;
  • Transfusão de sangue contaminado;
  • De mãe contaminada para o bebê (pela gestação, parto ou amamentação);

Tratamento da AIDS

O diagnóstico precoce, por meio de testes rápidos e gratuitos, é fundamental para iniciar o tratamento da AIDS o mais rápido possível. Dessa forma, melhorando consideravelmente a qualidade de vida do paciente portador do HIV. O tratamento pode ser realizado de diversas formas:

  • testagem regular para HIV, realizado gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS);
  • prevenção da transmissão vertical (de mãe para o filho);
  • tratamento das infecções sexualmente transmissíveis e das hepatites virais;
  • imunização para hepatite A e B;
  • programas de redução de danos para usuários de álcool e outras substâncias;
  • profilaxia pré-exposição (PrEP);
  • profilaxia pós-exposição (PEP).

A campanha Dezembro Vermelho serve para educar a população e mostrar que o paciente com HIV, devidamente tratado, reduz significantemente as chances de transmitir o vírus para outras pessoas. Da mesma forma, com uso correto dos medicamentos, é menor as chances de adoecer.

Fontes: Aids.gov, Ministério da Saúde e Unaids.

Voltar