Comida e bem-estar: como ter uma dieta saudável na quarentena?

Comida é conforto.

Em momentos de estresse e desequilíbrio, buscamos alimentos que tragam prazer imediato. Geralmente, recorremos ao fast food e ao açúcar como forma de acalmar a ansiedade.

A pandemia é um quadro extremamente atípico, que pegou a todos de surpresa. O desafio não é apenas manter uma dieta saudável — mas recuperar o equilíbrio físico e emocional.

Existe uma dieta ideal para cada pessoa, e para cada estilo de vida. Portanto, o auxílio especializado é vital para uma alimentação saudável. Afinal, o foco na sua dieta não deve colocar mais ansiedade nas suas prioridades.

O nutricionista irá mostrar os benefícios que os nutrientes trazem à saúde física e mental. Isso enriquece sua rotina — e te ajuda a batalhar contra os efeitos do isolamento social.

Para te ajudar a manter sua dieta saudável na quarentena, separamos três dicas fundamentais:

3 dicas para manter uma dieta saudável na quarentena

1. Planeje as refeições com um plano alimentar


Um planejamento alimentar é essencial para manter a dieta saudável na rotina.

Para montar o seu cronograma, o ideal é contar com a mentoria de um nutricionista. Durante o isolamento social, diversos profissionais estão realizando atendimento online.

Em meio à rotina corrida, pode faltar tempo para fazer tudo do zero. Por isso, a dica é pré-preparar os ingredientes em seu tempo livre. Assim, restam apenas os passos finais para a hora do almoço.

Cozinhar é uma atividade prazerosa. Um tempo longe das preocupações, estimulando sensações de toques e cheiros, é extremamente positivo para o humor.

Uma última dica: junto ao planejamento, defina os horários das refeições. Isso ajuda a manter a rotina em ordem — e evita a tentação de pedir delivery em cima da hora.

2. Varie nos ingredientes e descubra sabores

Com seu plano alimentar, há chances de você experimentar sabores que nunca provou. Saiba que não é preciso parar por aí: abra as portas para o mundo das frutas, legumes e leguminosas.

Inserir e variar ingredientes nutritivos em suas receitas é benéfico para a saúde. Cada alimento é rico em certas vitaminas e minerais, trazendo melhoras para o metabolismo.

Por exemplo: alimentos ricos em vitamina C são uma ótima adição à dieta, pois fortalecem o sistema imunológico!

Para aproveitar ao máximo suas descobertas, crie snacks caseiros. Com frutas no lugar de industrializados, há mais sabor e saúde.

3. Diminua o fast food gradativamente

Ao iniciar uma dieta saudável, queremos cortar de vez todos os alimentos gordurosos. Porém, o estresse do dia-a-dia faz nosso cérebro ansiar por alimentos que remetem ao conforto.

A tentativa de cortar repentinamente geralmente leva a uma recaída. Ou pior: a um “dia do lixo”, que sai do controle e vira uma “semana do lixo” e assim por diante…

A sensação de culpa desse processo cria uma negatividade sobre a dieta. Por isso, nutricionistas concordam que repreender nem sempre é a melhor saída.

Não seja tão duro consigo mesmo. Fale com seu nutricionista e faça um plano para dominar os desejos até eles sumirem naturalmente.

Geralmente, é preciso fazer uma diminuição gradativa. Afinal, quanto mais seu corpo percebe os benefícios da alimentação nutritiva, menos dependente ele é dos impulsos gordurosos.

Durante a quarentena, manter a saúde é fundamental para a nossa segurança.

As decisões sobre o que comemos trazem consequências sobre nosso organismo. É por isso que precisamos estar atentos à alimentação.

Você não precisa passar por esse momento sozinho. Converse com seu nutricionista sobre seus hábitos alimentares durante a pandemia. É possível criar, juntos, uma dieta saudável que melhore seu estilo de vida!