Mamografia digital: Cedip conta com novo equipamento

Mamografia Digital: Cedip conta com novo equipamento

Recentemente a Cedip passou a contar com uma super novidade tecnológica que vai ajudar ainda mais as pacientes. Trata-se do novo mamógrafo digital de última geração recém adquirido.

O aparelho do modelo Selenia Dimensions teve um investimento de aproximadamente R$ 650 mil reais conta com uma das mais avançadas tecnologias em exames de mamografia. Ele alia vantagens para o diagnóstico e também para o momento do exame, pois por ser mais sensível, a compressão é mais rápida e menos desconfortável.

Com isso a Cedip reafirma o seu compromisso com os seus pacientes de buscar constantemente novas tecnologias para, assim, oferecer sempre o melhor em diagnósticos.

Conheça o novo equipamento

Uma das principais vantagens do novo equipamento Selenia Dimensions é a capacidade que ele tem de gerar imagens com uma qualidade muito superior em comparação com outros modelos.

Ele proporciona menos desconforto para a paciente durante o exame por conta da menor necessidade de pressionar as mamas para conseguir captar as imagens. Essa maior sensibilidade do equipamento na captação de imagens é tão vantajosa para os pacientes quanto para o responsável pela análise.

A importância da mamografia digital

A mamografia é o exame de rotina mais indicado para identificar a possível existência de câncer, nódulos e anomalias nas mamas. A principal vantagem da versão digital é justamente o tempo de duração do procedimento, sendo mais rápido do que o convencional.

Na mamografia digital os dados são também mais precisos, o que evita que o exame tenha que ser repetido. Além disso, o fato de ser digital torna possível ampliar a imagem para tronar mais minuciosa a identificação de anomalias pequenas com uma precisão muito grande.

Essa é uma informação importante para pacientes que podem estar com câncer de mama uma vez que com a ajuda de um mamógrafo digital se torna mais fácil identificar precocemente a patologia, o que eleva para 95% as chances de cura.

O que é uma mamografia?

Todos sabem que para vencer a batalha contra o câncer é necessário lutar contra o tempo também. Além do autoexame – esse feito pela própria mulher, em casa -, é por meio da mamografia que a equipe médica irá saber se existe ou não a doença e, se já estiver instalada, qual o estágio que ela se encontra.

Segundo o Governo Federal e Ministério da Saúde, a mamografia deve ser feita anualmente nas mulheres a partir dos 35 anos. Para mulheres do grupo de risco ou com mais de 50 anos essa frequência passa a ser de duas vezes por ano. Depois dos 70 anos de idade, o período deixa de ser anual e passa a ser o indicado pelos médicos.

A mamografia utiliza a radiação para produzir as imagens que vão mostrar a situação dentro do seio da mulher. Nos equipamentos digitais, as doses de radiação são bem menores, e por sua vez, menos agressivas do que nos aparelhos mais antigos.

Quando a mamografia digital encontra o câncer ainda cedo, além de aumentar as chances de cura, significa também um tratamento menos agressivo para a paciente. Isso evita uma quimioterapia mais “pesada” para o corpo da paciente.

Como pode ser visto, a importância do diagnóstico cedo e preciso é gigante para aumentar as chances de cura de câncer de mama. Por isso, a Cedip investe constantemente em tecnologia para auxiliar no combate à essa doença.

Voltar