Quais os tipos de hormônios e suas funções?


Hormônios são moléculas responsáveis por ativar e controlar diversos processos do corpo humano, como o metabolismo, o crescimento e a sexualidade.

Portanto, eles são indispensáveis para o organismo. A falta (hipofunção) ou excesso (hiperfunção) de um determinado hormônio pode ocasionar problemas na saúde.

Diabetes, menopausa e a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) são alguns exemplos de desequilíbrio hormonal — ou desequilíbrio endocrinológico.

Você sabe como essas substâncias essenciais funcionam em nosso corpo? A seguir, confira as ações e funções dos principais hormônios.

Como os hormônios funcionam no corpo?

Os hormônios são produzidos pelo Sistema Endócrino, que é um conjunto de glândulas localizadas em diferentes partes do corpo, sendo, depois, liberados na corrente sanguínea.

Os hormônios correm livremente pelo sangue, mas só atuam nos órgãos-alvo. O que garante essa eficiência é o receptor hormonal, presente na célula que irá receber a substância.

Ao longo do dia, o corpo humano passa por uma série de alterações. Ao desfrutar de uma refeição, por exemplo, o pâncreas produz insulina para regular os níveis de açúcar no sangue.

Diante de uma surpresa, as glândulas suprarrenais liberam adrenalina para agirmos. Quando vamos dormir, a glândula pineal bombeia melatonina, para um sono de qualidade.

Quais são os principais hormônios e o que fazem?

Adrenalina

As glândulas suprarrenais são as responsáveis pela produção da adrenalina. O hormônio é relacionado à capacidade de resposta em uma situação de estresse físico ou mental.

Liberamos esta substância na prática de atividade física, o que nos dá mais energia. Em situações de perigo, ela desencadeia reações que contribuem para a ação.

Antidiurético (ADH)

O hormônio antidiurético é produzido no hipotálamo e secretado pela neuroipófise. Esse hormônio atua principalmente nos rins.

É ele que ajuda na excreção de água. Como consequência, é vital para regular a pressão sanguínea.

Testosterona

Este hormônio atua na formação dos caracteres sexuais. Participa no desenvolvimento dos órgãos sexuais, tom de voz, crescimento de pelos, músculos e ossos.

A substância também está relacionada à agressividade. Os homens possuem uma concentração de testosterona 10 vezes maior do que as mulheres.

Estrogênio

Este é o nome genérico dado a todos os hormônios relacionados às características biológicas femininas.

Na mulher, o estrogênio tem a mesma função que a testosterona no homem. É ele que desenvolve as particularidades sexuais, inclusive regulando o ciclo reprodutivo.

Progesterona

A progesterona é produzida pela mulher nos ovários durante a gravidez. Ele contribui para receber a gravidez, desenvolvendo o organismo.

Atua no útero, ciclo menstrual, nas mamas e na inibição das contrações uterinas.

HCG

O HCG, ou Gonadotrofina Coriônica Humano, é produzido pelas células que formarão a placenta.

É responsável por ajudar a manter os níveis de progesterona no sangue. Por isso, é um hormônio fundamental durante a gravidez.

Prolactina

É um hormônio secretado pela adenoipófise, que estimula as glândulas mamárias da mulher.

Tem a função básica de estimular o aumento das mamas. Durante a gravidez, atua no processo da produção do leite materno.

Somatotrofina

A somatotrofina (GH) também é conhecida como “hormônio de crescimento”. Sua principal função é atuar na produção de tecidos, como ossos e cartilagens.

É produzida pela adenoipófise, agindo principalmente no fígado. A falta desse hormônio pode causar o nanismo.

Tiroxina (T4)

O T4 é responsável por regular o metabolismo, batimentos cardíacos e peso corporal. Portanto, é indispensável para diversos processos em nosso organismo.

Esse hormônio é produzido pela glândula da tireoide.

Qual a relação dos hormônios com a saúde?

Como visto, os hormônios são vitais para o perfeito funcionamento do corpo humano.

Diversos problemas de saúde estão relacionados com seu desequilíbrio. Para prevenir isso, deve-se manter uma dieta saudável. Prefira sempre alimentos naturais em vez de industrializados.

Outras dicas são praticar atividades físicas, não consumir bebidas alcoólicas ou fumar.

Além desses cuidados, é preciso fazer exames de rotina para avaliar os níveis hormonais. Portanto, a consulta médica é indicada, ao menos, uma vez ao ano.


Baixe agora mesmo nosso checklist de exames que os homens e mulheres precisam fazer!

Atenção! Alguns desses exames não são realizados pela CEDIP. Confira quais exames a Cedip realiza clicando aqui.