Tuberculose

No Brasil, ocorrem cerca de 70 mil novos casos por ano.

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, causada por um microorganismo que atinge principalmente os pulmões (85% dos casos), mas que também pode atingir outros órgãos, como rins, pele, ossos e gânglios.

Ela afeta, anualmente, cerca de 10 milhões de pessoas no mundo todo. No Brasil, são aproximadamente 70 mil novos casos e 4,5 mil mortes em decorrência da doença. Por isso, a tuberculose é considerada perigosa, pois depende de diagnóstico precoce e tratamento adequado.

Prevenção

É altamente recomendado imunizar as crianças no primeiro ano de vida com a vacina BCG. Uma maneira importante de prevenir – em todas as idades – é evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados, mal ventilados e sem iluminação solar.

Transmissão

A transmissão ocorre pelo ar, por meio de espirros, tosses e fala da pessoa contaminada. As pessoas com maior risco de contaminação são aquelas que estão com as defesas naturais do organismo fracas, que convivem com quem tem a doença, que são diabéticas, têm câncer ou foram submetidas a transplante de órgãos, portadoras de HIV, assim como aquelas que, por algum motivo, não estão se alimentando bem, são muito jovens (menos de 5 anos) ou muito idosas (mais de 60 anos).

Período de incubação

Uma vez infectada, a pessoa tem maior risco de adoecer nos dois primeiros anos, porém, depois disso, ela ainda pode ficar doente. Ou seja, não fica livre da infecção.

Principais sintomas

Os sintomas gerais incluem febre, perda de apetite, emagrecimento, cansaço crônico e desânimo. Já os específicos dependem do lugar afetado. No caso do pulmão, o principal é tosse seca, que pode durar mais de três semanas. Outros sintomas citados são: suor noturno, palidez, rouquidão e a presença de pus ou sangue na tosse.
 
Cuidado: alguns pacientes não exibem indícios da doença. Outros apresentam sintomas simples que costumam ser ignorados por meses ou anos. Por isso, é essencial fazer um check-up regular da sua saúde.

Diagnóstico

Entre os exames utilizados para diagnosticar a tuberculose, está o Raio X do tórax. Ele tem grande importância no processo de detecção, mas apenas um profissional pode solicitar o exame. Por isso, caso suspeite da doença, marque uma visita ao médico.
Fontes: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, Portal da Saúde, Secretaria de Saúde do Paraná, Fundação Oswaldo Cruz e Jornal Brasileiro de Pneumologia.
Voltar